domingo, 6 de dezembro de 2009

mágica

enquanto espero, fico pensando,
como é que faz se não conseguir mais seguir sem você.
faço uma mágica pro tempo expirar.
faço uma prece pra paixão perdurar.
do lado de lá, fico pensando,
como é que faço pra ultrapassar
em tempos mágicos, fictícios e reais.
faço um pedido pra paralizar, no que seus olhos me dizem,
no que me faz pensar, enquanto me pede pra ficar.
como é que faço pra me separar, se o tempo não for mágico,
peço pra que não exista o que não foi,
que tudo se vá com o sol, voltando todos os dias, me levando até você, sob o mesmo céu.