sábado, 28 de agosto de 2010

memory

“ A memória é o que há de mais importante. Não conseguir apagar o que já foi feito pode ser uma forma de perseguir o que não existe mais.

Quem saber escrever por cima pode ser como mudar o que foi dito?

E ensaiar os acontecimentos? Pode ser uma forma de deixar de percebê-los como algo que não tem como recuperar.

Tem coisas que só esperar passar, não passa."